Governo do Rio de Janeiro Rio Poupa Tempo na Web Informação Pública Página inicial
Aumentar letra    Diminuir letra    Letra normal
Compartilhe nas mídias sociais  
Home :: Plantão dengue :: Destaques

Destaques

Zika vírus: gestantes tiram dúvidas sobre a doença, formas de prevenção e transmissão e sobre microcefalia
26/02/2016

O portal 10 Minutos Salvam Vidas responde perguntas feitas por cinco grávidas, mas que são, certamente, dúvidas de muitas outras gestantes. Confira!

Zika vírus: gestantes tiram dúvidas sobre a doença, formas de prevenção e transmissão e sobre microcefalia

Zika. Nome do vírus e da doença causada por ele, esta palavra tem deixado todo mundo alerta, mas a preocupação é ainda maior para as mulheres grávidas, devido à confirmação da relação do Zika vírus com o aumento dos casos de microcefalia em todo o país. Em meio à expectativa natural da gravidez, estas mulheres têm, agora, novas dúvidas e ansiedades. Para ajuda-las, o Rio Com Saúde ouviu cinco gestantes – Carolina Melo, 26 anos, auxiliar administrativa; Daiany Fontenele, 32 anos, doméstica; Débora Nunes, 36 anos, analista de navegação; Lívia Bellizzi, 30 anos, designer, e Luciana Rangel, 37 anos, fisioterapeuta – para saber quais são as principais dúvidas delas. As questões, que certamente são de outras grávidas também, foram respondidas por Debora Fontenelle, médica e técnica da Superintendência de Vigilância Epidemiológica em Ambiente (SVEA) da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ). Confira!

Daiany Fontenele: Eu e meu marido tivemos zika em novembro. Engravidei em dezembro, estou com dois meses de gestação e gostaria de saber se o zika vírus se contrai antes ou depois da gravidez?

Pelo seu relato você contraiu a infeção pelo Zika vírus antes de engravidar. Os casos apresentados até o momento têm demonstrado que o risco da mãe transmitir o vírus para o bebê ocorre no primeiro trimestre da gravidez. Pelas suas informações você não estava mais doente quando engravidou. É importante manter as consultas de pré-natal em dia e realizar os exames solicitados. O médico de pré-natal e equipe de saúde podem avaliar e fornecer informações mais precisas caso a caso.

Carolina Melo e Lívia Bellizzi: Aos 7 meses de gravidez se houver ou já tiver havido contaminação pelo Zika vírus ainda há o risco de microcefalia?

Os casos apresentados até o momento têm demonstrado que o risco da mãe transmitir o vírus para o bebê ocorrre no primeiro trimestre da gravidez. Justamente no período em que o sistema nervoso do bebê encontra-se em formação. As lesões no cérebro do bebê desenvolvem-se nesse período. Por isso, é importante manter as consultas de pré-natal em dia e realizar os exames solicitados, principalmente a ultrassonografia. O médico de pré-natal e equipe de saúde podem avaliar e fornecer informações mais precisas caso a caso.

Daiany Fontenele: Quem já teve zika pode ter de novo?

Até o momento não há evidência de nova infecção para quem já foi exposto ao Zika vírus. A infeção parece conferir imunidade para aqueles que foram expostos ao vírus, independente de terem apresentado sinais e sintomas da doença.

Luciana Rangel: Se a grávida apresentar sintomas de resfriado, deve procurar atendimento? Falam que a Zika pode apresentar um sintoma leve, como um simples resfriado? Ou sempre aparecem manchas avermelhadas?

Os sinais e sintomas da infecção pelo Zika vírus são: olhos avermelhados (conjuntivite), manchas vermelhas, coceira, febre, desânimo, dor muscular e dor articular (juntas). Entretanto, cerca de 80% dos casos não apresentam sinais ou sintomas, embora as pessoas estejam infectadas. Durante a gravidez é importante evitar a automedicação. Sempre que apresentar qualquer tipo de sinal ou sintoma procure uma unidade de saúde onde a equipe pode avaliar e fornecer informações mais precisas caso a caso.

Daiany Fontenele: Como as mulheres grávidas podem saber se pegaram zika? E como saber se o vírus foi transmitido para o bebê?

O exame que confirma a infecção em crianças e adultos é realizado pela técnica de biologia molecular (PCR – reação de cadeia de polimerase), que detecta o material genético do vírus. Entretanto, isso só é possível no quadro agudo da doença.

Os exames de sorologia ainda não estão disponiveis no mercado.

Débora Nunes e Daiany Fontenele: O Zika vírus é transmitido de uma pessoa para outra? Pode ser transmitido por espirro?

Não há confirmação de transmissão do Zika vírus que não seja pela picada do mosquito infectado. Até o presente momento não foi confirmada a transmsissão do vírus pelas secreções. Encontra-se em avaliação para confirmar a possiblidade de transmissão por via sexual.

Luciana Rangel e Daiany Fontenele: Posso usar qualquer repelente ou algum específico? Quantas vezes por dia devo usar? Pode gerar algum tipo de intoxicação?

Os repelentes indicados para uso em grávidas são os que contém as substâncais toluamida (DEET) e icaridina. É importante seguir as informações contidas no rótulo do produto para saber quantas aplicações são necessárias, assim como o risco de intoxicação.

Débora Nunes: Própolis ajuda na prevenção?

De acordo com a ANVISA, o própolis não possui comprovação de eficácia até o momento.

Lívia Bellizzi: Grávidas atraem mais mosquitos?

Não há comprovação científica sobre essa questão.

Daiany Fontenele: É verdade que roupas escuras atraem mais mosquitos? E o suor, atrai mosquitos?

Sim. O mosquito Aedes aegypti é atraído pelas cores escuras e pelo odor do suor.

Lívia Bellizzi: Moro em lugar alto, a probabilidade de o mosquito chegar aqui é grande? Estou com a casa toda fechada e com ar condicionado, tem como mosquito, por uma brecha, entrar mesmo com ar?

Os mosquitos vivem em locais mais baixos, mas têm sido capazes sim de chegar a locais mais altos. Há criadouros de mosquito independente da altura, por exemplo em terrraços, telhados e calhas onde se acumula água limpa. A forma mais eficaz de se prevenir é combater os focos do mosquito, eliminando os criadouros (locais de água parada), observando as seguintes orientações: caixas d’água vedadas, calhas limpas e tonéis, galões, poços e barris bem vedados. Manter portas e janelas fechadas ou com telas de proteção evita a entrada dos mosquitos nos ambientes. O ar condicionado não evita a proliferação de mosquitos, embora diminua a atividade deles momentaneamente.

Luciana Rangel: No ambiente de trabalho, que é um ambiente fechado, quais são as precauções que devemos tomar? As grávidas devem evitar ambiente fechado e aglomeração?

Desde que mosquitos infectados estejam presentes, as pessoas correm risco de contrair o Zika virus. A transmissão do vírus não acontece pessoa a pessoa, há necessidade de um vetor, no caso o mosquito Aedes aegypti. As grávidas devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas a fim de evitar outras doenças.

Daiany Fontenele: Quando e como se confirma se um bebê tem microcefalia?

Através de ultrassonografia obstétrica durante a gravidez, após a 30ª semana. E, após o nascimento do bebê, através da medida do perímetro cefálico, cujo valor para diagnóstico para microcefalia deve ser menor que 32 cm. Outros exames de imagem, como a tomografia computadorizada, podem auxiliar no diagnóstico.

Lívia Bellizzi: Como prevenir recém-nascido do mosquito sem passar repelente?

Repelentes não devem ser usados em crianças menores de 2 anos. Manter portas e janelas fechadas ou com telas de proteção evita a entrada dos mosquitos nos ambientes. Mosquiteiros também podem ser utilizados para proteção dos bebês. Caso possível, mantê-los vestidos com mangas e calças compridas.


Denúncia de focos



As secretarias Municipais de Saúde são as responsáveis pelo combate direto ao mosquito.

Clique aqui e veja como entrar em contato com a secretaria de sua cidade.
Acompanhe o Rio Contra Dengue nas mídias sociais

Facebook Twitter Youtube
Secretaria de saúde
Links interessantes:
PET Rio sem fumo Rio imagem Rio com Saúde Xô, Zika !!


Alguns direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil